Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

esconder navegacao

estilo para links e listas

esconder rendimento e cooking time

Compartilhar Artigo
X
20 semanas de gravidez

20 semanas de gravidez

(0 comentário)

Nessa semana ocorrem tantas coisas em seu corpo que, depois de ler tudo, talvez você queira tirar um cochilo! Saiba mais sobre essa etapa. 

terça-feira, Fevereiro 5th, 2019

Desenvolvimento do feto 
O feto cresce de modo cada vez mais rápido, e o desenvolvimento do cérebro, especialmente, está bastante acelerado nessa altura. O corpo cresceu muito, e por isso a cabeça já não parece tão grande. Se for uma menina, os ovários já estão equipados com número suficiente de células primitivas para produzir 6 milhões de óvulos. A partir dessa etapa de desenvolvimento, contudo, esse número passa a reduzir-se, até corresponder a cerca de 1 milhão, no momento do nascimento. O pâncreas começa a produzir insulina, hormônio que regulará os níveis sanguíneos de açúcar durante toda a vida e permitirá ao corpo usar o açúcar e a gordura no crescimento, que se acelera agora, e armazená-los por via subcutânea para o momento do nascimento. Tudo muito engenhoso, não acha? 

Mudanças no corpo 
Você já sentiu os movimentos do feto? É um momento maravilhoso! Para desfrutá-lo ao máximo, deite-se ou sente-se e relaxe. Desse modo poderá sentir mais claramente a sacudidela. Quando você se mexe, está na verdade embalando seu futuro filho para que ele durma e continue a dormir até 20 horas por dia. A maioria dos fetos entra na fase mais ativa entre as 8 e as 11 horas da noite. É necessário ter um pouco de paciência para detectar corretamente os movimentos. No início é provável que você não sinta nada a não ser um tremor ou uma sacudidela suave. Os pequenos pontapés só se tornam evidentes a partir da semana 25, e faltam ainda várias semanas para que as outras pessoas também possam sentir esse grande momento. 

O que comer e o que não comer 
O mais provável é que lhe tenham falado sobre a importância do flúor para os dentes, tanto os seus quanto os da criança. Alguns estudos constataram redução de 35% das cáries em crianças de 6 anos de idade cujas mães beberam água fluorada durante a gravidez. Alguns países, como a Suíça, optaram pela adição de flúor à água potável para prevenir as cáries. Assim, a ingestão de flúor durante a gravidez pode proteger os dentes da criança (os dentes permanentes começam a mineralizar-se praticamente depois do nascimento). O flúor pode ser encontrado na água mineral e em alguns alimentos, como peixes, vegetais verdes e determinadas frutas, como maças.

Conselhos às grávidas 
Os gatos têm má fama em relação às mulheres grávidas. Caso você tenha um gato, sabia que ele pode transmitir uma doença potencialmente perigosa (toxoplasmose) ao feto? Ainda que não seja necessário enviar o animal de estimação para longe até a criança nascer, é recomendável tomar determinadas precauções, sobretudo se o gatinho for jovem. Eles podem transmitir a toxoplasmose através das fezes. Isso é muito comum, e a maioria das mulheres desenvolve a condição sem se dar conta. Trata-se de uma doença muito perigosa para o feto, até mesmo mortal. Um conselho às grávidas para evitar o risco: não cuidem da manutenção da caixa de areia do gato e lavem habitualmente as mãos depois de tocar nele. 

Ler mais

Faça Parte do Clube dos Meus Primeiros 1000 dias

Tranquilidade na maternidade a apenas um clique de distância. Faça parte.

  • Aprenda sobre nutrição no seu próprio ritmo
  • Experimente ferramentas práticas, feitas sob medida
  • Obtenha a ajuda e as respostas que você precisa, sem perda de tempo

Vamos Começar!

Conteúdo relacionado
Avaliações

0 comentário

Ainda não encontrou
o que você estava procurando?

Experimente o nosso novo e inteligente mecanismo de busca. Nós sempre teremos algo para você.