Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

esconder navegacao

estilo para links e listas

esconder rendimento e cooking time

Compartilhar Artigo
X
6 semanas de gravidez

6 semanas de gravidez

(0 comentário)

Agora o crescimento de seu filho se acelera. São tantas as coisas emocionantes que se desenvolvem, embora ele ainda seja tão pequeno! Saiba mais sobre essa semana.

terça-feira, Fevereiro 5th, 2019

Desenvolvimento do feto 
Você sabia que na sexta semana de gravidez a criança em formação já tem pele! E o mais surpreendente é que todos os demais órgãos, até mesmo os menores, já estão em seu lugar. Os nervos óticos já se desenvolveram e a cabeça está bem formada, embora seja maior que o restante do corpo. Nessa semana, o coração e o fígado já ocupam muito espaço em sua barriga. Outra novidade: a coluna vertebral já se formou. Os braços e as pernas alongam-se e a pequena “caudinha” desaparecerá em breve. Nas duas próximas semanas, as palmas das mãos e a membrana terão espaço suficiente para formar dedos das mãos e dos pés bem separados. Que semana agitada! 

Mudanças no corpo 
Tudo caminha muito bem. A criança nascerá dentro de 33 semanas. Nesta altura, muitas mulheres têm de diminuir o ritmo. É possível que você comece a se preocupar com alguns dos efeitos adversos menos agradáveis da gravidez. Entre eles, estão as famosas náuseas, os problemas de insônia e as mudanças de humor. Há, porém, um pequeno consolo: esses sintomas são bons. Surgem devido às mudanças hormonais, são perfeitamente normais e indicam uma gravidez saudável. Ainda assim, nesta altura, não exija demais de si mesma! Você não deve encarar o fato de estar grávida como uma doença, embora seu corpo não seja o mesmo de antes. Na melhor das hipóteses, talvez seja aconselhável, algumas vezes, optar por um pouco de descanso extra na rotina diária e no trabalho. 

O que comer e o que não comer 
Caso esteja muito cansada e tenha dúvidas sobre o que comer na sexta semana de gravidez, você pode ajustar a dieta para prevenir a fadiga. Os carboidratos complexos (alimentos que contêm amido, como pão, massas, batatas, arroz, cereais e legumes), por exemplo, ajudarão você a manter o equilíbrio energético ao longo do dia. Mas não se esqueça de incluir as frutas e hortaliças (grandes fontes de vitaminas), os cereais integrais, o germe de trigo e as nozes para obter aporte de magnésio, que ajuda a absorver o zinco e a vitamina B6, crucial no funcionamento do sistema nervoso central. Evite os sucos não pasteurizados e os produtos lácteos e certifique-se de que todas as frutas e hortaliças estejam bem lavadas e livres de terra. 

Conselhos às gestantes 
Você não sabe se deve continuar a praticar corrida durante a gravidez? Caso cultive esse exercício, será bom mantê-lo enquanto se sentir bem. Como é evidente, deve falar com seu médico antes, pois ninguém a conhece melhor que ele! Se tiver o aval de seu médico, poderá adotar durante a gravidez algumas recomendações: limite o exercício a 4 ou 5 km por corrida; mantenha-se em sintonia com seu corpo; deixe de correr se não ganhar peso suficiente, se sentir náuseas durante a corrida ou se apresentar sinais claros de enfraquecimento. No último trimestre o ritmo de desenvolvimento da criança aumenta. Uma boa regra é facilitar as coisas. 

Ler mais

Faça Parte do Clube dos Meus Primeiros 1000 dias

Tranquilidade na maternidade a apenas um clique de distância. Faça parte.

  • Aprenda sobre nutrição no seu próprio ritmo
  • Experimente ferramentas práticas, feitas sob medida
  • Obtenha a ajuda e as respostas que você precisa, sem perda de tempo

Vamos Começar!

Conteúdo relacionado
Avaliações

0 comentário

Ainda não encontrou
o que você estava procurando?

Experimente o nosso novo e inteligente mecanismo de busca. Nós sempre teremos algo para você.